Sindicato das Seguradoras
31 3271.0770

O “Chega de Acidentes”, movimento pela implantação de um Plano Nacional de Segurança Viária no Brasil, criado pelo Centro de Experimentação e Segurança Viária (CESVI BRASIL), alcançou vitórias importantes desde a implantação, em setembro de 2009. O movimento antecipou a recente decisão da Organização das Nações Unidas (ONU) de proclamar 2011 a 2010 como a década de Ações para a Segurança Viária. A decisão foi tomada porque se continuassem no ritmo atual, os acidentes de trânsito passariam da 9ª posição (2004) para a 5ª posição (2030) entre os maiores fatores de mortalidade no mundo. Os mais prejudicados seriam os países em desenvolvimento e de baixa renda, nos quais se verifica a morte de 2,4 milhões de pessoas por ano.

No site www.chegadeacidentes.com.br, um relógio virtual estima a evolução na quantidade de vítimas fatais e não fatais no Brasil, bem como o impacto econômico dos acidentes e suas vítimas. Desde que o relógio iniciou a estimativa até o início da tarde do dia 17/03/2010, o trânsito havia provocado a morte de 18.509 mil pessoas e outras 58.638 mil foram hospitalizadas. Conforme dados levantados pelo movimento, o impacto econômico desses acidentes correspondem a cerca de R$ 16,5 bilhões. O valor equivaleria ao investimento em 113 Km de linha de metrô em São Paulo; 329 hospitais de reabilitação; cerca de 470 mil casas populares e 70 milhões de cestas básicas.

O SINDSEG MG/GO/MT/DF é um dos 32 apoiadores do “Chega de Acidentes”. Este ano o movimento realizará reuniões permanentes com as entidades apoiadoras com a finalidade de articular projetos voltados para a década da segurança viária no Brasil. O objetivo é chamar cada vez mais a atenção da sociedade e das autoridades para o grande número de acidentes e mortes no país.

Ano

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER E OUTRAS NOVIDADES