Sindicato das Seguradoras
31 3271.0770

As projeções de crescimento do PIB deste ano continuam a melhorar, indo de -4,66% para -4,55%, cenário compatível com um crescimento entre 7% e 10% do PIB no terceiro trimestre

O otimismo dos economistas do mercado financeiro segue melhorando as projeções para o Produto Interno Bruto (PIB). Conforme o Relatório de Mercado Focus do Banco Central, a expectativa para a economia este ano passou de retração de 4,66% para 4,55%. Para 2021, o mercado financeiro elevou a previsão de alta de 3,31% para 3,40%.

“No entanto, a inflação teve ajuste significativo e a projeção para a Selic veio com alta de 2,75% para 3% para 2021”, alerta Pedro Simões, economista do Comitê de Estudos de Mercado da CNseg, a Confederação Nacional das Seguradoras. Esta foi a 15ª semana de aumento contínuo da estimativa de inflação para o próximo ano, o que acabou elevando também a projeção para a Selic no fim de 2021.

“Claro que esses ajustes de inflação e de taxas de juros não assustam, pois já eram esperados. Mas temos ainda muitas coisas para recuperar daqui para frente. Se considerarmos o carregamento estatístico, o crescimento projetado para 2021, na verdade, não é forte. Ou seja, dada a forte queda do PIB no ano anterior, mesmo que a atividade cresça pouco ao longo do ano que vem, o crescimento ultrapassaria facilmente os 3%, e é o que está embutido em tais projeções”, afirma.

Segundo o economista, otimismo mais consistente virá se, além de boas notícias em testes, tivermos notícias positivas sobre a distribuição da vacina, por exemplo, e melhora nos indicadores do emprego, avanço das reformas e controle fiscal.

Leia a íntegra do boletim Acompanhamento de Expectativas Econômicas semanal feita pela Superintendência de Estudos e Projetos (Suesp) da CNseg, no portal de CNseg.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: CNseg

Ano

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER E OUTRAS NOVIDADES